A Auriculoterapia é um sistema terapêutico independente da Acupuntura dentro da medicina Tradicional Chinesa. Através da Auriculoterapia podem ser tratadas mais de 200 enfermidades, entre as quais estão: distúrbios de caráter funcional, distúrbios de caráter neurótico e psicótico: cefaléias, neurastenia, insônia e dor, etc.

Segundo José Francisco dos Santos, a Auriculoterapia é um método terapêutico que utiliza a orelha para avaliação e tratamento das disfunções orgânicas, emocionais e dores em geral.

A Auriculoterapia é provavelmente um dos mais antigos métodos terapêuticos praticados na china e também por outras culturas antigas, particularmente pelos Egípcios. Na antiga medicina, Hipócrates (séc. V a. C.) tinha como objetivo principal à cura das enfermidades. O português Zacutus Lusitanus (séc. XVII d. C.) também se serviu da técnica para fins terapêuticos. E a técnica foi sendo aperfeiçoada através da observação analítica dos pacientes com seus hábitos e sintomas junto ao meio em que viviam, procurando assim restituir a força para a própria cura através dos meios naturais. Através dos Chineses, este microsistema já era referido nos textos antigos como o Huang Ti Nei Jing, onde se relata a estreita relação do pavilhão auricular com o resto do corpo.

Mais recentemente na década de 50, o médico Francês Dr. Paul Nogier publicou alguns trabalhos nos quais expõe as relações existentes entre o pavilhão auricular e o resto do organismo, descrevendo inclusive, as experiências realizadas com clientes e os ótimos resultados obtidos. Ao que se sabe, ele partiu da observação dos povos do mediterrâneo, que tinham por hábito o uso de pequenas cauterizações na orelha para o tratamento de várias moléstias, conseguindo descobrir uma série de pontos curativos. Ao estudar esses pontos estabeleceu uma ligação entre a posição destes no pavilhão auricular e aquela ocupada pelo feto pouco antes do nascimento (ver anexo 1). Estes trabalhos do Dr. Nogier foram publicados em jornais de Xangai levando os chineses a acelerarem as investigações sobre esta área, criando vários centros de investigação por toda a China.

Em 1982 foi fundado na China o Grupo Nacional de Trabalho em Auriculoterapia e em outubro de 1989, celebrou-se em Pequim (Beijing) o primeiro congresso Internacional de Auriculoterapia, o qual marcou uma nova etapa no desenvolvimento tanto na China como no Mundo da Auriculoterapia.

Em 1991 a professora Huang Li Chun editou em Beijing um dos tratados mais importantes de auriculoterapia publicados na China, com o título “Tratado sobre o Diagnóstico e Tratamento através dos Pontos Auriculares”. Estes títulos de livros são uma pálida amostra do vertiginoso desenvolvimento que tem alcançado a auriculoterapia nos últimos 30 anos dentro da China.

Texto baseado no livro “Auriculoterapia e os Cinco Elementos” de José Francisco dos Santos.

Anúncios

0 Responses to “Auriculoterapia”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Artigos Anteriores

Categorias

Copyright

© 2008 Luciana Brites - Todos os artigos deste blog são de autoria de Luciana Brites, com os direitos protegidos conforme a Lei 9.610/98.
Os textos dos comentários são de autoria e responsabilidade dos autores individuais. A autora deste blog não assume qualquer responsabilidade sobre os mesmos nem assume concordância com as idéias apresentadas.

%d blogueiros gostam disto: